Nissan construirá nova fábrica em Resende – RJ

Unidade terá investimentos de R$ 2,6 bilhões e vai gerar 2 mil novos postos de trabalho; capacidade de produção – de 200 mil veículos – da nova planta sustenta o plano mundial de crescimento ‘Nissan Power 88’

A Nissan ampliou seu compromisso com o Brasil hoje ao anunciar o investimento de R$ 2,6 bilhões na construção de uma nova fábrica em Resende, no Estado do Rio de Janeiro, para o desenvolvimento, produção e lançamento de novos produtos. O início da produção está previsto para o primeiro semestre de 2014. A nova unidade terá capacidade para produzir até 200 mil unidades por ano de produtos Nissan sob a Plataforma V, incluindo o recém-lançado March, para venda no Brasil.

Serão criados até 2 mil empregos diretos e pelo menos o dobro considerando toda a cadeia de abastecimento e comunidade envolvida. A fábrica é parte importante na estratégia global da Nissan de se tornar a marca asiática líder da indústria automotiva no Brasil – a quarta maior do mundo em volume de produção – e atingir pelo menos 5% do mercado no País, até 2016.

A cidade fluminense foi escolhida por sua proximidade com os portos de alta qualidade de Itaguaí e do Rio de Janeiro, disponibilidade para início da produção em curto espaço de tempo e fácil acesso à mão de obra qualificada e de fornecedores. Com a futura planta, a Nissan complementa sua capacidade de produção no País, atualmente em 59 mil unidades por ano na fábrica da Renault, localizada em São José dos Pinhais (PR). Ali continuarão a ser produzidos os monovolumes Livina, o Grand Livina e X-Gear e a picape média Frontier.

Esta nova fábrica também é um passo importante na estratégia global da Nissan como fabricante líder nos mercados do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), grupo de países que vem demonstrando um rápido crescimento. “Estamos investindo em regiões com potencial. E o Brasil tem se mostrado o motor que impulsiona o crescimento do mercado latino-americano. Estamos ansiosos para contribuir para o cenário econômico brasileiro e sua indústria automotiva, no século 21”, afirmou Carlos Ghosn, presidente e CEO da Nissan Motor Co., Ltd. Desde 2001, a Nissan tem aumentado a presença de seus veículos nos países do BRIC: o crescimento passou de pouco menos de 50 mil unidades para cerca de 1,2 milhões de unidades, até o final do ano fiscal de 2010.

Leave a Reply