Carro da família teve queda de 32,8% nas vendas

O segmento das peruas, que já foi o carro tradicional da família e fez sucesso nos anos setenta e oitenta, hoje é o tipo de carro com o pior desempenho em vendas. Enquanto o mercado cresceu 30% nos primeiros oito meses do ano, as peruas médias tiveram uma queda de 32,8% nas vendas.

Os lançamentos da perua Corolla Fielder (que já deixou de ser fabricada) e da perua Mégane até chegou a impulsionar o segmento em 2006 e 2007, mas neste ano a venda da perua da Toyota teve uma queda de 58,3% e do Mégane 15,8%. Foram vendidas de janeiro a agosto apenas 2.510 unidades da Fielder, ante 6.015 registradas no mesmo período do ano passado. A perua Megane totalizou 3.160 unidades no ano, ante 3.751 no ano passado.

Péssimos desempenhos considerando que o mercado está em alta. E a queda é generalizada. A perua Peugeot 307 também teve um desempenho de vendas desprezível este ano: vendeu apenas 966 unidades, ante 1.341 no mesmo período do ano passado.

Mesmo as peruas pequenas mostram um péssimo desempenho. O Space Fox, da Volks, teve queda nas vendas de 8,7%. A Peugeot 206 teve resultado ainda pior, uma retração de 23,5%. A categoria das peruas pequenas é salva pela Palio e pela Parati, as únicas representantes do segmento que ainda aumentam as vendas. E a Perua Pálio é a única que está acompanhando o mercado, com crescimento de 27,1% em relação a janeiro-agosto do ano passado. A Parati cresceu apenas 14,9%. Além dessas, apenas mais uma perua teve crescimento de vendas este ano, a Outback, da Subaru, que tem uma participação ínfima no mercado; vendeu 43 unidades no ano passado e 53 este ano.

Leave a Reply